quinta-feira, 10 de maio de 2012

Ciclo Spielberg - Minority Report (2002)


Resumo: 

«A super-estrela Tom Cruise desempenha o seu mais potente papel de acção no espectáculo do realizador Steven Spielberg "mais pujante desde e inventivo desde Os Salteadores da Arca Perdida (Richard Corliss, Time).
Durante seis anos, Washington D.C. tem estado isenta de homicídios graças à notável tecnologia que identifica os assassinos antes de cometerem os crimes. Mas quando o chefe da Unidade Pré-Crime (Tom Cruise) também é acusado de um futuro homicídio, ele tem apenas 36 horas para descobrir quem o denunciou, ou será também "vítima" do sistema "perfeito" que ajudou a criar. É um thriller de acção e estímulo mental de uma proeza tal, que nos faz lembrar a razão pela qual vamos ao cinema.» in dvdpt.com

Depois de um filme futurista (A.I.) mais emocional, Spielberg oferece outra vez um filme futurista, mas desta vez mais intenso, no que a acção diz respeito. É realmente um filme de acção de ficção científica, mas ao contrário da grande maioria dos filmes do género, neste o espectador tem de ter dois dedos de testa. Há tanta inteligência na criação da história e no passar para a tela, que em momento algum somos tomados por burros. O espectador é obrigado a pensar, e sai do filme a reflectir em tudo o que viu. Depois temos um Tom Cruise que faz estes papéis com uma perna às costas (mais um que tem de correr e bem).

NOTA: 4,5/5

2 comentários:

  1. Um impecável sci-fi que nos coloca perante o dilema de julgar um crime (e respectivo criminoso) antes de ser cometido.
    Visualmente impecável, com uma certa aura noir...
    8/10 Muito Bom

    ResponderEliminar
  2. Um dos meus favoritos do Spielberg.

    ResponderEliminar